ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira | 27/11/2018
Sexta temporada de House of Cards retorna sem Kevin Spacey

A Netflix liberou a sexta e última temporada de "House of Cards", com mais personagens femininas e não menos sombria, além da notória ausência de Kevin Spacey, protagonista que foi demitido após acusações de agressão sexual.

No fim de 2017, Spacey, de 58 anos, foi acusado de assediar e agredir dois jovens atores menores de idade, assim como de má conduta no set de "House of Cards".

Depois de interromper a gravação em outubro de 2017, logo após as revelações, a produção de "House of Cards" finalmente a retomou no fim de janeiro, sem Spacey, que ficou definitivamente de fora da série.

Sem saber que o personagem principal, Frank Underwood, teria que abandonar o estúdio, os autores da série facilitaram a tarefa no fim da quinta temporada, quando colocaram Claire (Robin Wright), esposa do inescrupuloso presidente, para sucedê-lo.

No início da sexta temporada é possível ver que Frank Underwood morreu enquanto dormia, dias depois da posse de Claire. E, de agora em diante, ela tentará dar uma identidade a sua Presidência, em um contexto de grande hostilidade.

Diante da realidade vivida fora das telas, os autores da série decidiram colocar mais personagens femininas, marcadas por Claire, por sua maior inimiga Annette Shepherd (Diane Lane), e Jane Davis (Patricia Clarkson).

Como um sinal dos tempos atuais, Robin Wright dirigiu o último episódio da série. "Existem papéis realmente importantes para as mulheres este ano" em "House of Cards", disse Clarkson à revista People.

Para ela, é uma mensagem enviada às elites políticas, as reais. Nos Estados Unidos, as mulheres representam 51% da população, mas "apenas 20% do Congresso", sustenta a atriz. "O nosso governo e o nosso Congresso devem refletir sobre isso mais fielmente".

Com esta última temporada, calorosamente recebida pelos críticos, a Netflix vira a página da série que se tornou pioneira no mundo da produção de televisão, e permitiu à plataforma ganhar seus primeiros prêmios, com sete Emmys e dois Globos de Ouro.

Fonte: G1