Gerente da COPASA explica casos recentes de falta de água e pede desculpas à população - Clube FM 100.9

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira | 19/09/2017
Gerente da COPASA explica casos recentes de falta de água e pede desculpas à população

Nas últimas semanas houve falta de água em algumas residências de Iturama, o que gerou revolta e indignação por parte dos consumidores. Nas redes sociais, críticas foram feitas contra a atuação da Copasa no município, além de questionamentos quanto aos serviços prestados pela empresa responsável pelo saneamento básico. Segundo informações da própria concessionária, hoje são 16 mil residências que são abastecidas em Iturama. O posicionamento apresentado é de que com essa demanda sempre haverá algum tipo de imprevisto.

“Em primeiro lugar, eu peço desculpas às donas de casas e todos aqueles que foram afetados. Mas gostaria dizer também que temos uma equipe que trabalha incansavelmente para solucionar o mais rápido possível todos esses problemas”, afirmou o gerente da COPASA, João Barbosa. De acordo com ele, os problemas apresentados nas últimas semanas foram problemas pontuais na rede de abastecimento como problema em um duto e também com entupimento após os serviços de limpeza da rede.  

Uma das críticas mais recorrentes foi com relação a cor da água após um período sem abastecimento. Ora esbranquiçada, ora amarelada ou em outros tons que chegam às casas de Iturama pelas torneiras dos consumidores foram alguns dos motivos para as reclamações. “Podem ser por dois motivos. Um deles é a falta de limpeza nas caixas d’águas. Assim, quando a caixa seca, ao ficar sem água, quando ela volta a encher a sujeira que estava no fundo sobe e sai na torneira. O segundo problema pode estar relacionado com alguma sujeirinha que entra nas encanações após fazermos algum serviço”, afirmou João Barbosa.

Além disso, das questões ligadas a operação e manutenção dos serviços de abastecimento, ele comentou ainda sobre o jacaré que vive na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). “Aquele animal já está naquele local há mais de 28 anos e não incomoda ninguém. É uma inverdade dizer que a Copasa alimenta ele. Ali é o habitat natural dele”, destacou.

 

Por fim, João Barbosa pediu respeito à toda equipe e que as críticas sejam construtivas com relação ao trabalho desempenhado. “Temos equipes de trabalho que atuam em 22h do dia. Não medem esforços em solucionar os problemas e levar qualidade para nossos consumidores”, finalizou.